Rovuma LNG celebra o lançamento do programa “Programa de Preparação do Trabalho” em cabo Delgado

MAPUTO, Mozambique – ExxonMobil Moçambique, Limitada (EMML) em representação do Rovuma Venture e os parceiros da Área 4 anunciaram o lançamento do Programa de Preparação do Trabalho (PPT), um programa de formação de 17 dias que providência capacitações em boas práticas no trabalho, bem como introdução a competências técnicas nas áreas de eletricidade, soldagem e instrumentação para residentes de Cabo Delgado.

Notícias

Rovuma LNG celebra o lançamento do programa “Programa de Preparação do Trabalho” em cabo Delgado
  • O curso prepara os funcionários locais para as futuras oportunidades de empregos na Bacia do Rovuma
  • Possível através de $500,000 investidos para aumentar as capacidades da comunidade local
Os primeiros 75 participantes graduaram do programa concluído no passado 29 de Outubro do ano em curso. O programa sedeado em Palma foi financiado pelos parceiros da Área 4 num investimento de $500,000 USD e desenvolvido em parceria com o Instituto de Formação Profissional e Estudos Laborais Alberto Cassimo (IFPELAC) e Ascending, um parceiro implementador moçambicano. 

“ Precisamos de trabalhadores formados em Cabo Delgado a medida que o projecto Rovuma LNG avança em direção ao início da construção” disse Jos Evens, Director Geral da EMML. “Esperamos empregar 5.000 moçambicanos durante a fase de construção. Este programa é um passo chave na preparação da força de trabalho local para as oportunidades que estarão disponíveis no mercado de trabalho.”

Os formandos deverão concluir um teste de Saúde, Segurança e Ambiente (SSA) denominado HSE em inglês ao fim de cada programa. Os formandos bem-sucedidos receberão um Passaporte HSE qual poderão apresentar aos potenciais empregadores como evidência das suas habilidades. O teste é acreditado e o passaporte HSE é fornecido pelo “Engineering and Construction Industry Training Board” do Reino Unido. 

Espera-se que 300 participantes concluam o programa. A primeira fase que esta em curso beneficiará 1.500 formandos, contando com cerca de 25% de participação feminina. A segunda fase iniciara com os avanços do projecto com o início da actividade de construção das instalações do Rovuma LNG Midstream. 

“Este programa é um exemplo da efetividade das parceiras público-privadas”, disse Director Geral do IFPELAC Dr. Anastácio Chembeze. “ Estamos a trabalhar juntos com o sector privado para desenvolver um currículo que ira posicionar os moçambicanos para os empregos dos projectos da Bacia do Rovuma e/ou em outras indústrias.

“O objetivo é assegurar que os residentes da área estão prontos para os empregos,” disse Andrew da Silva, PCA da Ascending. “Isto significa que eles terão as capacidades literárias e numerarias bem como as atitudes e postura de trabalho para assegurar e manter o emprego”.
Sobre Moçambique Rovuma Venture

A Área 4 é operada pela Mozambique Rovuma Venture S.p.A. (MRV), uma joint venture incorporada pela Eni, ExxonMobil e CNPC, que detém uma participação de 70% no Contrato de Concessão para Pesquisa e Produção da Área 4, em conjunto com a Galp, KOGAS e Empresa Nacional de Hidrocarbonetos E.P. cada uma com 10% de interesse participativo.

A ExxonMobil liderará a construção e operação de liquefação de gás natural e instalações relacionadas em nome da MRV, e a Eni liderará a construção e operação de instalações upstream.